Marketing de afiliados: o que é e como funciona

Ter apoio na divulgação é algo muito interessante para tornar a marca mais conhecida. Utilizar algumas estratégias de marketing de afiliados pode ser uma ótima maneira de expor mais a sua empresa no universo físico e digital e assim obter excelentes ganhos.




Com consumidores cada vez mais bem informados e exigentes, os empreendedores precisam elaborar estratégias para uma publicidade que gere o interesse de compra e expandir o alcance da marca para diferentes “bolhas”, encontrando formas de conquistar a confiança.


Considerando estes fatores, os profissionais precisam investir em dicas que ajudem a criar excelentes campanhas para aumentar as vendas.


O que é marketing de afiliados?


É uma estratégia que visa ampliar os canais de comunicação para chamar a atenção dos consumidores para uma base específica e com potencial de direcionamento.


Basicamente consiste no afiliado, ou seja, uma pessoa que passa a “revender” determinado produto para sua base de contatos, divulgando os produtos ou serviços de empresas e - em troca - recebe uma comissão pelas vendas executadas.


Com o Marketing de afiliados as pessoas podem encontrar produtos ou serviços que gosta, promovê-lo para mais conhecidos, por exemplo, e assim ganhar uma parte da renda a cada venda realizada.


Quem são as pessoas que podem compor as estratégias de Marketing de Afiliados?

O sucesso das estratégias de marketing de afiliados depende de um grupo de três pessoas que são essenciais para garantir bons resultados. Este grupo é composto por:

  1. Produtores ou vendedores

Consistem nas empresas que são adeptas do marketing de afiliados. Os empreendedores que desejam fazer a divulgação ou lançamento de um produto, por exemplo, podem investir em plataformas de afiliados para impulsionar as vendas, encontrando pessoas que se identifiquem ou atuem em segmentos semelhantes ao produto.


Com isso, as empresas que contam com os afiliados conseguem aumentar consideravelmente as oportunidades de vendas sem gastar parte do capital com anúncios, sendo mais rentável.

  1. Afiliados

São parceiros de negócio comissionados ou “vendedores” da empresa.


Estes “colaboradores” têm a missão de vestir a camisa, ou seja, podem utilizar algumas das estratégias do marketing digital para alcançar o público-alvo do negócio e divulgar o serviço.


É importante ressaltar que não há uma relação patrão-empregado, mas sim uma parceria em que ambos se beneficiam quando a venda é efetivada.


As atividades dos afiliados se resumem em divulgar os produtos ou serviços em redes sociais e podem trabalhar com criação de conteúdo para blogs, redes sociais e sites, algo que permite o uso das estratégias de Inbound Marketing para aumentar as chances de conquistar os leads e transformá-los em clientes.

  1. Clientes

Os afiliados têm a função de se aproximar dos clientes no momento certo para conseguir realizar as vendas.


Assim, o último elemento dessa relação é o cliente final, grupo que consiste nas pessoas interessadas nas compras ou temas e que buscam por ele em sua rede, ou são impactados pela ação dos filiados nas redes.


Com isso, e a evolução no interesse, eles passam de leads para consumidores fiéis, graças às estratégias do marketing de afiliados.


Tipos de divulgações existentes no Marketing de Afiliados


As empresas e vendedores podem estabelecer algumas regras que ajudam os afiliados a conquistarem sucesso, bem como contribuir para o desenvolvimento da própria marca.


Nesse sentido, algumas métricas também podem ser utilizadas, por ambos, para criar e acompanhar campanhas, visto que cada um atuará de forma mais individual.


Nesse sentido, ter o conhecimento dessas ações possibilita ter uma noção do quanto os afiliados irão receber no fim da venda. As principais categorias de divulgação são:

  1. CPV (Custo por Vendas)

Nesta categoria, o CPV paga o afiliado conforme as compras que os clientes realizam. As vendas feitas são registradas em links gerados ou códigos que ajudam a verificar a origem da transação, avaliando se a venda foi realmente feita por um afiliado, ou seja, se todo o processo aconteceu através de uma divulgação.

  1. CPM (Custo por Mil Impressões)

O CPM se baseia em valores fixos criados pelo anunciante que faz o pagamento sempre que os anúncios de divulgação chegam a mil visualizações.


Os anúncios podem ser desenvolvidos em ferramentas Ads, por exemplo, Twitter Ads, Google Ads, entre outras plataformas.


Os afiliados que tem um blog com bom número de visualizações, por exemplo, podem ter mais benefícios com o CPM, já que o pagamento acontece de modo recorrente.

  1. CPA (Custo por Ação)

Esta opção exige um pouco mais, ou seja, não basta apenas as pessoas clicarem nos links dos afiliados.


Neste modelo, o cálculo da comissão é feito conforme ocorre as ações na página, ou seja, desde um cadastro, conversas e perguntas para solucionar dúvidas até a efetivação da compra.


Diferente do CPC (Custo por Clique) o CPA exige uma boa campanha de divulgação e a criação de uma página que seja interessante para gerar interesse no cliente para que este tenha vontade de interagir com os conteúdos da página, bem como um suporte maior caso surjam dúvidas.


Para tornar os anúncios mais atrativos, apostar no Marketing de Conteúdo é uma excelente estratégia.

  1. CPC (Custo por Clique)

Nesta opção, o afiliado precisa trabalhar ao máximo para que as campanhas de divulgação sejam interessantes a ponto do lead (potencial cliente) ter interesse em clicar na página.


Este formato de divulgação não necessita que a compra seja realizada, ou seja, basta que o potencial cliente clique em banners, anúncios ou outros formatos de publicidade que tenha sido divulgado pelos afiliados para que o processo se inicie.


Geralmente é usada pelos afiliados, possibilitando uma campanha mais efetiva para a conversão e com um bom custo-benefício.


Benefícios do Marketing de Afiliados


Existem muitos ganhos interessantes ao investir nas estratégias de marketing de afiliados, por exemplo:


  • Proporciona excelente potencial de venda;

  • Educa a audiência a respeito dos produtos e serviços;

  • Expande o alcance de potenciais clientes com confiança;

  • Baixo custo de implementação;

  • Possibilidade de escolher os afiliados.


Portanto, com diversos ganhos para as empresas, os investimentos neste conceito de marketing podem ser uma excelente maneira de potencializar as vendas e ter muito sucesso.











3 visualizações0 comentário