top of page

Entenda como funciona o marketing pessoal no Big Brother

O reality show Big Brother é o assunto do momento. Desde a especulação e escolha dos participantes até o último dia do programa, muitas pessoas ficam ligadas na casa mais vigiada do Brasil, escolhendo o participante que mais agrada/identifica, verificando os debates trazidos na casa e torcendo pelo favorito.



Contudo, para além das dinâmicas do jogo em si, um detalhe que gera muitos debates são as estratégias de marketing que os participantes têm adotado em suas redes sociais e até mesmo a postura e mudanças de visual praticadas para criar um personagem/personalidade.


Mas afinal, isso realmente impacta na percepção e torcida, levando o participante à vitória?


A ideia de convidar personalidades da internet para participar ao lado dos anônimos deu vida nova ao programa e trouxe lições de marketing muito importantes para o mercado, mas principalmente sobre a importância de trabalhar o marketing pessoal.


Os participantes têm dado um show quando o assunto é estratégia comercial, encontrando maneiras de continuar ganhando influência, dinheiro e trazendo oportunidades para suas marcas e seu perfil para o pós-confinamento, dando uma guinada na carreira mesmo isolados.


Estratégias multiplataformas


A novidade de convidar participantes com milhares de seguidores nas redes sociais causou um estranhamento inicial no público, que se questionou porque pessoas famosas aceitariam participar do BBB.


Com o sucesso das edições e das oportunidades alcançadas, já sabe-se que a resposta se tornou bem simples: aumentar a sua audiência dentro de um discurso específico.


Os influenciadores sabem que tendo ou não grandes números nas redes sociais, há pessoas que eles não alcançam com os seus canais de comunicação, públicos esses que podem ser bastante interessantes.


Assim, a ideia de ampliar o alcance por ser colocada em prática de modo a evidenciar seus negócios, assim como uma empresa de que fornece freezer para mercado quer conquistar novos leads (potenciais clientes), por exemplo, os participantes buscam desenvolver uma personalidade mais forte como influenciador, expandindo seu público.


Isso ocorre porque, mesmo que tenham relevância em um nicho específico, há personalidades que não são conhecidas pelo grande público. Assim, o reality traz novas oportunidades de negócio.


A blogueira Bianca Andrade, conhecida popularmente como Boca Rosa, por exemplo, foi convidada para o reality e pode lançar uma linha de cosméticos vendida em todo o país, tendo um sucesso ampliado na campanha de lançamento e sendo reconhecida por mais pessoas, que até então não faziam parte da audiência.


Uma questão importante é que mesmo tendo muitos seguidores, nem sempre os números se transformam em boas vendas, pois um relacionamento de valor precisa ser criado. Do mesmo modo, nem só de clientes fidelizados -em um segmento mais nichado - pode ser o suficiente para expandir os negócios. Por isso, esse destaque é importante.


Ainda considerando a Boca Rosa, grande parte do público da blogueira é jovem, tendo um alto envolvimento e bom número de potenciais clientes, no entanto era desconhecida por boa parte dos telespectadores do programa.


Aceitar o convite para o BBB foi uma maneira de Bianca se tornar mais conhecida do grande público e fazer uma propaganda gratuita de sua marca.


Além disso, a ação é benéfica para ambos os envolvidos, já que há uma troca entre as audiências, fazendo com que os jovens que são fãs da influencer também passassem a assistir o reality para acompanhá-la (trazendo ainda mais valor para sua persona).


Estar em rede nacional é uma possibilidade de alcançar uma audiência que nas redes ela não alcançaria, além de trazer mais visibilidade frente a novas marcas e patrocinadores.


As pessoas, ao verem Bianca usando, por exemplo, um produto no BBB, podem ter curiosidade de saber o nome e até comprá-lo, acessando o Instagram. Isto é uma grande estratégia de transmídia.


Cabe ressaltar, contudo, que para que essas ações sejam realmente benéficas e efetivas, o marketing pessoal dos participantes precisa ser trabalhado adequadamente, reforçando os valores e interesses que se deseja transmitir e identificar nos futuros patrocinadores e clientes.


Exemplo disso é quando uma personalidade aceita o convite de participar do programa para melhorar seu branding, adotando posturas mais corretas para mostrar ser uma pessoa que merece destaque na mídia e conquistando admiradores.

Fórmula de lançamento

Outro exemplo de posicionamento é a Manu Gavassi, que aproveitou a chance de participar do reality para divulgar sua nova fase na carreira. A artista ficou famosa ainda na adolescência ao integrar a equipe da revista Capricho, da Editora Abril.


No Youtube, ela aproveitou a fama que tinha com a revista para divulgar seus vídeos com músicas autorais.


Aproveitando a oportunidade de participar do BBB, Manu deixou uma web série toda gravada, respondendo às dúvidas que o público teria ao vê-la no programa, por exemplo, por que ela foi para o BBB e o que ela espera da edição.


O conteúdo foi fortemente trabalhado no storytelling, algo que deu certo, pois dialogava com o tempo em que ela estava no reality e trouxe bastante identificação com a personalidade, evidenciando em uma média e público que até então não tinha alcance.


Manu, sabendo que a sua participação causaria curiosidade no público, criou um conteúdo de topo de funil para atrair seguidores e deixou os conteúdos de meio de funil para qualificar e construir sua audiência.


Esta estratégia pode ser colocada em prática também por empreendimentos de fechadura eletrônica com cartão que podem criar conteúdos de topo, meio e fundo de funil para ter mais clientes e assim fazer boas vendas, tendo em vista que faz o potencial cliente percorrer uma jornada junto da marca, conhecendo melhor seus serviços, no caso do BBB, como a personalidade pode trazer identificação e expandir o negócio.

A importância do social media

A profissão de social media cresceu nos últimos anos não apenas pelo reality, mas porque os empreendedores estão entendendo a relevância de transformar o negócio presencial em digital, pois com as pessoas cada vez mais conectadas, ter a sua empresa na internet é o modo de ter excelentes resultados.


Inclusive, o crescimento dos administradores de perfis dos participantes do BBB para criar narrativas e evidenciar o participante ajudou a dar mais visibilidade à profissão, que atua diretamente no reforço da imagem do profissional que desejam transmitir.


Isto tem provocado mudanças nas ações das marcas, que passaram a utilizar mais as redes sociais para estabelecer e manter um contato direto com os seus clientes.


As mídias se tornam um canal que ajuda na visibilidade, ou seja, pode ser explorada por diferentes segmentos, desde um negócio de Kits personalizados para empresas até na estratégia dos participantes do BBB.


A profissional de social media não é simplesmente criar posts para as redes sociais. Há a parte estratégica, que considera toda a narrativa, engajamento e objetivos do participante, sendo necessário ter conhecimentos sobre:


  • Design;

  • Copyright;

  • Marketing Digital;

  • Estratégia de conteúdo.


Sabendo um pouco sobre estes temas, os profissionais podem criar estratégias para aumentar a popularidade do seu negócio, que neste caso é a própria personalidade, mas que também pode ser aplicado em segmento como empresa de tubos trepanados, gerando mais vendas e sucesso.


Portanto, as estratégias para o marketing pessoal é algo importante para as marcas e gerenciamento de pessoas, aumentando as possibilidades de audiência, vendas, além de gerar excelentes oportunidades de crescimento e sucesso.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page