Como se tornar um influencer?


Uma das profissões mais famosas e rentáveis atualmente é a de um influencer digital. Estes profissionais se dedicam a criar conteúdos para as diferentes plataformas da internet, e se destacam muito por isso.

Para quem tem curiosidade sobre quem são os influenciadores digitais e quer saber como fazer isso de forma bem-sucedida, leia este artigo até o fim e veja nossas dicas.

Trouxemos aqui uma lista de 8 passos para uma pessoa comum ganhar o universo das redes sociais.


O que são os influencers?


Para começarmos, vamos entender melhor o que é ser um influencer digital: eles são produtores de conteúdo que conseguem influenciar e engajar milhares de pessoas, seus seguidores, por meio de suas publicações.

São pessoas que contam com grande credibilidade em seu meio, tidas como bem-sucedidas.

Os nichos de atuação também são os mais diversos, indo desde temas mais gerais, como educação, moda, beleza, saúde, política, até temas extremamente específicos, como engenharia de processos e sistema de gestão de processos logisticos.

O sucesso dessas pessoas nas redes se deve ao fato que as pessoas buscam quem as guie pelo universo de possibilidades que é a internet, havendo diversos formatos e plataformas diferentes, como YouTube, Instagram e TikTok, por exemplo.

Essa é profissão de grande responsabilidade, uma vez que ao se tornar figura pública e influenciar pessoas, você se torna um formador de opinião, sendo um exemplo para seu público.

Ao pensar nessa carreira, muitas pessoas associam somente a fama, o dinheiro e os presentes, mas é importante ter consciência de como isso vai muito além, envolvendo todos os seguidores em seu dia a dia.

É necessário ter muita atenção com o que e como sua mensagem será passada para o público, e como será interpretada.

Em uma analogia com um bom software de bilhetagem de impressão, é preciso ter controle sobre as ações realizadas e o que foi publicado ou dito, assim como uma empresa precisa ter controle sobre suas impressões.

Isso não significa ser necessário deixar de falar sobre tabus ou assuntos polêmicos, mas sim saber usar as palavras ao seu favor, com muita clareza de ideias.


Como funciona o trabalho de um influencer?


Assim como nichos e plataformas diferentes, também existe uma grande diversidade de tipos de influencers. Uma boa forma de categorizá-los é pela quantidade de seguidores e a abrangência de sua influência.

Os megainfluencers contam com mais de 1 milhão de seguidores em, pelo menos, uma de suas plataformas digitais. Eles podem contar com uma boa equipe de assessoria contábil empresarial, uma vez que possuem um patrimônio considerável.

Geralmente são pessoas que já eram famosas, contando com altos faturamentos para a realização de campanhas publicitárias.

Os macroinfluencers contam com uma média entre 500 mil e 1 milhão de seguidores, tidos como sub-celebridades, e são mais acessíveis.

Os microinfluencers contam com um contingente de seguidores entre 10 e 100 mil, e ficaram conhecidos justamente pela divulgação de conteúdo de um nicho específico nas redes sociais.

E os nanoinfluencers são aqueles que estão iniciando sua carreira e crescendo no ramo, contando com uma média entre 1000 e 10 mil seguidores.

Além disso, geralmente, os influenciadores escolhem seus canais para estarem em contato com o público, como:

  • Blog;

  • Vlog;

  • Podcast;

  • Fotos e vídeos.

Como podemos ver, existem diversas possibilidades. Tudo depende da afinidade pessoal de cada um com os diferentes canais de comunicação.


Como ganhar dinheiro como influencer?


É possível ganhar muito dinheiro sendo um digital influencer, mas para isso é necessário se diferenciar e isso demanda muito trabalho e criatividade na produção de conteúdo, para atrair muitas marcas e parcerias.

Listamos a seguir as principais estratégias utilizadas por influencers para construir seu patrimônio e realizar seu trabalho:

  • Pelos publiposts;

  • Vender assinatura em seus canais;

  • Ser embaixador de uma marca;

  • Pela criação de uma marca e venda de produtos próprios.

Os grandes influenciadores contam com uma boa equipe de assessores para a produção de seus conteúdos, se beneficiando bastante de vários serviços, como a terceirização de serviços de folha de pagamento.

Mas até mesmo os influencers de menor público se beneficiam muito de procurar por empresas e agências especializadas em áreas como marketing digital e consultoria de imagem.

Assim como qualquer outro empreendimento, é seu investimento que trará seus ganhos, e isso vale para tempo, dinheiro e força de trabalho.

O faturamento final de um influencer vai depender de uma série de fatores como a plataforma utilizada, a quantidade de seguidores e os tipos de parcerias e serviços.

Por exemplo, o YouTube paga entre U$0,25 e U$4,50 a cada 1000 visualizações. Além disso, é possível adicionar anúncios, outra forma interessante de monetização da plataforma.

Já o Instagram em si não monetiza seus usuários, mas ele se mostra como uma excelente ferramenta para ganhar dinheiro com parcerias e publiposts, assim como no TikTok.

Porém, a plataforma já anunciou que, em breve, os Reels, aqueles vídeos curtos típicos, serão monetizados.

O TikTok recompensa seus usuários pela divulgação do próprio aplicativo, mas também não monetiza diretamente os seus produtores de conteúdo no Brasil, o que já ocorre em alguns países por meio do TikTok Creator Fund, ou Fundo de Criação do TikTok.

E o Twitter é a plataforma que, recentemente, lançou uma ferramenta de remuneração para seus produtores de conteúdo, com a opção de “super seguidores”. Estes seguidores especiais recebem conteúdos exclusivos em troca de assinaturas de U$3 a U$10 por mês.

Se o seu plano é se tornar um grande empreendedor digital se tornando um influencer, vale consultar serviços de contabilidade em geral, uma vez que as possibilidades de ganhos são interessantes. Tudo dependerá das parcerias adquiridas.


8 dicas para se tornar um influencer bem-sucedido


Listamos aqui as 8 melhores dicas para você se tornar um grande influencer digital, e ganhar esse mundo das mídias sociais. Confira:


1. Defina seu nicho


O primeiro passo é definir qual será seu nicho de atuação e seu estilo de postagens, assim poderá ter ideias de como pode se diferenciar dos seus concorrentes.

O ideal é se aprofundar em uma temática, de forma a estabelecer um público-alvo segmentado e altamente interessado em suas publicações e conteúdos.


2. Planeje-se


Como pode ver, desde o momento da idealização de sua nova carreira, existe uma demanda muito grande de planejamento estratégico, assim como um robusto e complexo cabeamento estruturado de telefonia e rede.

Tudo demanda uma boa estrutura para um bom funcionamento, e só assim as coisas realmente dão certo. Crie seus conteúdos com base no plano desenhado para seu público, anote ideias e tenha frequência em suas postagens


3. Conheça o funcionamento das plataformas


Cada plataforma conta com um algoritmo específico que determina os destaques dos conteúdos.

Isso significa que o Twitter e o YouTube, por exemplo, calculam a relevância de um conteúdo de forma diferente, e você precisa conhecer esse funcionamento para saber como trabalhar em cada plataforma.

Conhecendo detalhes técnicos como este, saberá como criar conteúdos de modo a atingir o maior número de pessoas possível.


4. Defina seu estilo de postagens


Ainda relacionado ao planejamento estratégico e visando agir de forma cautelosa com suas criações, assim como quem procura por consultoria de preventiva de multas, é importante definir o seu estilo, o que será sua marca pessoal.

Mantenha uma identidade visual semelhante nas diferentes plataformas que usa, de forma a fortalecer sua imagem e ser reconhecido facilmente.

Assim conseguirá se destacar em meio a milhares de outros posts, além de passar uma imagem de maior organização e comprometimento com seus seguidores.


5. Esteja presente em diferentes plataformas


Aliás, esteja presente em mais de uma plataforma, e assim conseguirá atingir um público crescente, alcançando mais pessoas.

Mas faça isso com cautela, uma vez que é necessário gerenciar efetivamente todas as mídias sociais que você se fizer presente, ou isso pode causar um efeito negativo.


6. Melhore suas redes sociais

Ao visualizar seus perfis, analise criteriosamente sua qualidade, pois, mais uma vez, é preciso se destacar, ser diferenciado. Pesquise perfis famosos, veja e aprenda novas estratégias.


7. Transforme seu perfil em uma conta comercial


Em geral, as redes sociais permitem que você escolha entre possuir uma conta comercial ou pessoal.

Contar com uma conta comercial dá acesso a diversas métricas para avaliar o engajamento de seu público, além de outras funcionalidades que não estão presentes nas contas pessoais.


8. Seja você mesmo


Não tente criar uma falsa imagem de quem é você em suas redes sociais. Isso certamente lhe trará problemas, até mesmo a curto prazo, visto que as redes tem um alcance instantâneo, e pode ser viral.

Dificilmente você será capaz de sustentar por muito tempo, uma imagem e uma personalidade fictícia. As pessoas buscam “gente como a gente”, seres humanos reais, com vidas reais. Isso é o que gera conexão.


Considerações Finais


Neste artigo, você conferiu 8 dicas para se tornar um influencer de sucesso. É muito importante estar sempre estudando e se atualizando sobre os mais diversos assuntos, como seu público e seu nicho de atuação.

Aproveite para desenvolver novas habilidades, aprender muito sobre marketing, oratória ou mesmo um curso de excel avançado EAD (Ensino a Distância), que pode te auxiliar muito no planejamento dessa nova carreira.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


7 visualizações0 comentário