top of page

Branding: O que é, importância e como aplicar na sua marca

Para que uma marca se expanda e atraia cada vez mais clientes, é necessário aplicar e desenvolver uma boa estratégia de branding que faça a marca ser reconhecida no mercado.



Sem dúvida, existem diferentes tipos de técnicas de branding que você pode usar para impulsionar sua marca. Mas, para isso, é essencial explorar as vantagens e benefícios de cada técnica, principalmente para aplicar aquela que mais se encaixa no seu tipo de negócio.


Além disso, com o avanço da tecnologia e da internet, o comércio eletrônico cresceu muito, e as mesmas proporções mudaram na forma como as empresas anunciam e vendem, exigindo assim novas formas de persuadir o público.


Mesmo as empresas que utilizam software para gestão de franquias sabem que é necessário aplicar estratégias de gestão de marketing, bem como em diferentes departamentos dentro da empresa para se destacar em seu nicho.


Logo, elevar a imagem da sua marca para o mercado faz parte de um trabalho de branding,


E o intuito é justamente fazer com que as pessoas tenham uma visão positiva das marcas, e associá-las a coisas boas, mesmo que nunca tenham negociado ou consumido nenhum produto e serviço.


Mas, isso vai além de publicidade ou mesmo de suporte técnico em TI. O branding é na verdade um conjunto de técnicas que visam um resultado positivo para as marcas.


Se você quer saber mais sobre branding, como implementar essa estratégia, e os principais benefícios e resultados que sua marca pode alcançar com essa técnica de marketing, continue lendo o artigo!


O que é branding, afinal?


Branding nada mais é do que a organização da estratégia de reconhecimento de marca de uma empresa para torná-la mais atrativa para os clientes e para o público-alvo.


Também conhecido como gestão de marca, o branding envolve ações que visam estabelecer os valores, propósito, identidade e posicionamento de uma empresa.


No atual momento do mercado, todos os negócios fazem parte de um movimento global de consumo, obrigando as empresas a calcularem detalhadamente todas as suas atividades e planejamento.


Ou seja, todas as estratégias e ações de marketing e vendas preparadas têm potencial para ecoar em todos os cantos da cidade, estado, país e até do mundo.


Uma loja de roupa, um restaurante ou um fabricante de autotransformadores, por exemplo, não conquistam o primeiro lugar no mercado da noite para o dia. É preciso investir na construção de marca como aposta no crescimento de longo prazo de seus negócios.


Ou seja, esse processo de gestão não trará resultados imediatos, mas terá resultados enormes e duradouros se bem aplicados.


Dessa forma, o branding é uma forma de gerenciar essas estratégias de uma empresa, incluindo planejamento para o futuro, criação e gestão de atributos de identidade visual, social, ideológica, entre outros.


Em suma, o branding é uma estratégia que se baseia no conceito de que o planejamento e construção do reconhecimento de marca é um fator importante na divulgação no mercado e impacta desde pequenas empresas até companhias de consultoria tributária.


Importância e benefícios do branding


Uma marca pode trazer uma série de vantagens e benefícios para qualquer empresa que investe nela, algumas mais simples, outras mais difíceis de conquistar, como:


  • Maior poder de marca;

  • Maior autoridade de longo prazo;

  • Tráfego de usuários mais consistente no site;

  • Maior engajamento de prospects e clientes;

  • Vendas maiores.


Alguns desses benefícios e vantagens podem ser conquistados mais rapidamente do que outros.


Mas com o investimento certo e consistente, tanto uma empresa de calibração de equipamentos de medição, como uma agência de turismo tem potencial de crescimento a médio e longo prazo. Veja agora com mais detalhes outros benefícios do Branding para as empresas:


Tornar a empresa mais atraente


Além de expressar os valores de uma empresa para os consumidores, uma marca bem posicionada pode atrair talentos para uma equipe, fomentar o relacionamento com fornecedores, atrair pessoas, enfim, construir uma reputação e gerar valor.


Diferenciar-se da concorrência


É a partir do branding que uma marca alcança uma expressão única em todos os contextos em que se comunica.


Independentemente do ponto de contato do consumidor com sua marca, ele será capaz de entender o valor de apoiar aquele produto ou serviço, diferenciando-o da concorrência.


Pense nisso: sua marca hoje tem uma “voz única”? Por exemplo, como funciona o seu “tom” na sua estratégia de marketing digital?


Aumentar valor comercial


No longo prazo, uma marca bem construída acaba sendo o principal ativo de uma empresa, muitas vezes valendo até mais do que seus aspectos mais tangíveis.


Engana-se quem pensa que isso é apenas um privilégio para grandes operações. As pequenas e médias empresas também devem investir na construção da marca para garantir que seus negócios sejam valorizados.


Conquistar mais clientes qualificados


Um sistema de marca eficaz afeta diretamente os resultados que uma empresa alcança em termos de vendas.


Isso ocorre porque os consumidores tendem a valorizar e até mesmo pagar mais por um produto ou serviço que apresente a marca por trás de uma marca com uma identidade visual bem desenhada que efetivamente se alinha com a proposta de valor da empresa.


Lembre-se: no final das contas, o que importa é o que os clientes pensam sobre sua marca!


Promove o trabalho na área de marketing


Ao definir adequadamente a estratégia de branding, as marcas podem se apresentar com mais confiança a um domínio público de interesse genuíno.


Essa direção é o principal objetivo de um bom projeto de branding, facilitando o trabalho em todas as áreas, principalmente no marketing.


Como implementar branding?


Como vimos, o trabalho de branding é muito necessário para todos os tipos de empresas e negócios, afinal, ele refina e desenvolve o conceito na mente dos prospects e clientes.


De fato, não é possível controlar como as pessoas percebem as marcas, mas certamente, é possível melhorar a percepção das marcas e torná-las mais atrativas para o mercado.


Com isso, além de garantir toda a regulamentação de uma empresa, como autorização ambiental e certificações de funcionamento, é preciso também garantir que elas sejam bem reconhecidas pelas pessoas para ter sucesso.


Veja agora as principais dicas de branding que são essenciais para que sua empresa tenha esse tipo de impacto nos clientes. Confira nos tópicos abaixo:


Estabeleça um propósito


Marcas com um propósito claro e explícito são mais propensas a amplificar e conquistar a empatia e a fidelidade de seus clientes, afinal, eles geralmente sentem empatia e se sentem representados pelos mesmos ideais de marca.


Por que as marcas existem? Por que elas foram criadas? Qual é o objetivo delas? Essas perguntas devem ser respondidas desde a formação da organização, facilitando o direcionamento dos tipos de decisões que precisam ser tomadas no dia a dia.


Seja um software de instalação ou um sistema erp contas a receber, ter um único propósito agrega muito para dar vida à marca, além de gerar identidade própria.


Invista em uma identidade visual forte


É claro que ter um propósito pode agregar muito a uma marca, mas antes de tudo, ter uma identidade visual forte capta a atenção de potenciais clientes, clientes e pessoas que veem a marca pela primeira vez.


Portanto, considere juntar o layout e a cor para transmitir exatamente o que sua marca pretende que os clientes sintam. Ou seja, o logotipo e a identidade visual tinham que ser simples e objetivos.


Porém, quando falamos de simplicidade e objetividade, isso significa que muitos elementos visuais podem acabar atrapalhando e causando poluição visual da sua identidade.


Por isso, lembre-se sempre de aproveitar ao máximo as ferramentas de comunicação visual da sua empresa.


Considere a linguagem que será usada


Para uma empresa ou marca que consegue captar a atenção de clientes e potenciais clientes e se destacar no mercado de trabalho, é altamente recomendável que haja uma adaptação da linguagem ao público que pretende atingir.


Isso significa que é preciso se preocupar desde o início com a linguagem que a empresa quer passar para os clientes.


Por exemplo, uma empresa de máquinas de construção e equipamentos que realiza procedimentos de célula automatizada, pode fazer um branding com a linguagem mais técnica, mostrando a autoridade da empresa para que os clientes se identifiquem.


Esse é só um exemplo, mas dependendo do segmento do seu negócio, por exemplo, se o público for mais jovem, a comunicação pode ser mais informal. Cabe à cada empresa se adaptar ao que funciona melhor.


Esperamos que o texto de hoje tenha sido extremamente útil. Faça dele o seu guia e siga nossas orientações para uma maior chance de sucesso em sua empresa.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page