top of page

5 Curiosidades sobre ser um influencer

Muitas pessoas nos dias de hoje desejam se tornar um influencer. Isso porque a carreira cresceu muito com o passar dos anos e, na era digital em que vivemos, é bastante interessante moldar opiniões e ser relevante para um determinado nicho de pessoas.


Esse tipo de situação consegue influenciar empresas a te contratarem, fazendo com que a promoção dos produtos ou serviços da marca consiga um alcance maior, chame um novo tipo de público e crie um melhor engajamento.


Seguindo essa linha de raciocínio, o texto de hoje abordará 5 curiosidades sobre ser um influencer e, independentemente se o seu conteúdo é voltado para cursos técnicos ead ou entretenimento, iremos explorar o conceito da profissão, além de algumas vantagens de se tornar um influencer.


O mercado de influencers

A internet e a tecnologia são grandes responsáveis pelo momento em que estamos passando na sociedade. A era digital chegou com tudo e as pessoas estão cada vez mais conectadas e buscando facilidades, além de diferentes formas de entretenimento.


Assim como sempre se buscam novidades e atualizações em um software gestão de call center, a tecnologia sempre está em movimento, trazendo novas funcionalidades para todas as pessoas e empresas.


Desse modo, com a ajuda da internet, isso permite que a grande maioria das pessoas tenha acesso e consiga facilitar sua vida de alguma forma.


Mas em um contexto geral, a profissão surgiu pelo fato das pessoas estarem na internet para consumir conteúdo. Independentemente do tema, pode ser desde uma receita de bolo até maneiras de como abrir o próprio negócio de administração de condomínios.


E, quando se tem tantas pessoas procurando conteúdo, existem outras que começaram a produzir na internet. Isso abriu um leque imenso de possibilidades, porque literalmente todo tipo de conteúdo era procurado, fazendo com que as pessoas começassem a ter uma certa base de seguidores.


Ao expor suas opiniões de especialistas sobre o produto, ou até mesmo dando uma opinião não tão embasada mas divertida e espontânea sobre, por exemplo, impressoras fiscais e não fiscais, os influenciadores começaram a surgir e, mesmo que de forma tímida no começo, perceberam o poder que tinham em moldar opiniões.


Conforme o tempo passou, além da profissão começar a crescer e ser mais valorizada, hoje, as pessoas sempre buscam análises e opiniões de influencer, independentemente se são grandes ou pequenos, para comprar um produto ou até mesmo adquirir um serviço.


Para saber mais sobre, quais as vantagens e dificuldades da profissão, além de algumas curiosidades bastante interessantes sobre os influenciadores, confira os tópicos a seguir e fique mais próximo de conseguir se tornar um, mesmo que o tema abordado seja sobre software de gestão empresarial.


Conheça mais sobre a vida de um influencer

Agora que já ficou um pouco mais claro como influenciadores são importantes e como a profissão surgiu, é necessário entender alguns dos desafios que a profissão enfrenta, além de algumas vantagens e benefícios que podem ser usufruídos.


Ao se tornar um influencer, a primeira coisa que deve se ter em mente é a exposição e a quase perda de privacidade.


As pessoas com toda certeza tentarão entender um pouco mais sobre você, afinal, apesar de tudo, muitas podem te seguir não apenas pelo conteúdo criado, mas pela sua personalidade e estilo de passar informações.


Ou seja, sua vida profissional vai um pouco mais além do que apenas seus textos e vídeos sobre serviços de despacho aduaneiro. Você estará em constante exposição e, muitas das vezes, as pessoas passam um pouco dos limites, portanto, tenha isso em mente.


Outro ponto a ser destacado são os conhecidos haters, pessoas que mesmo sem ver o conteúdo ou tentar entender o que ali foi transmitido, sempre comentam e ridicularizaram o trabalho sem argumentos ou tentativa de compreensão do assunto.


Porém, nem só de coisas ruins vive a realidade do influencer, alguns pontos positivos também podem ser destacados, como:


  • Você escolhe o quanto trabalha;

  • Horários e agenda bastante flexíveis;

  • Consegue muitos contatos importantes;

  • Experiências únicas nas mais variadas empresas;

  • Consegue criar conteúdo que reflita sua essência.


Apesar disso tudo, é preciso tomar bastante cuidado e se policiar. Mesmo que suas ideias sejam desenvolvidas sob o tema de serviços de terceirização em TI, a vida de um influencer é muito intensa e, caso não se cuide, trabalhará o dia inteiro sem nem perceber.


E isso é bastante prejudicial, afinal, todos precisam de um tempo para lazer, entretenimento e para colocar algumas outras prioridades em dia.


Curiosidades sobre os influenciadores

Fiquemos agora com algumas curiosidades sobre influenciadores que podem ser bastante interessantes de saber, além de poder te ajudar a tomar a decisão de se tornar um e ter uma certa orientação de por onde começar.


Sem mais delongas, confira tudo nos tópicos abaixo, podendo aplicar futuramente ao seu conteúdo sobre terceirização de serviços de impressão, por exemplo.

01 - O salário pode variar bastante

Muitas pessoas podem querer entrar no mercado de influenciadores por causa do salário que eles ganham, afinal, existem alguns que realmente ganham muito bem, podendo começar por um valor baixo e, a longo prazo, se crescer muito, passar da casa dos dez mil.


Porém, essa tarefa não é nem um pouco fácil de ser atingida e, pensando na quantidade de pessoas que tentam se tornar influenciadores, é preciso um árduo e longo trabalho, além de pontualidade e buscar o seu diferencial dentro do mercado no qual escolheu.


Sendo assim, defina muito bem o tema no qual se especializará e se prepare para trabalhar bastante.


02 - Trabalha muito mais do que 8 horas diárias

Muitas pessoas pensam em se tornar influenciadores pela ilusão de que, diferentemente de jornadas de trabalho mais comuns, se pode produzir o quanto quiser, podendo trabalhar em torno de 3 a 4 horas diárias sem muito esforço. Isso é um grande equívoco.


Produzir conteúdo é muito mais do que ligar uma câmera com um roteiro escrito em 20 minutos. É preciso ter o equipamento, roteirizar adequadamente, utilizar os gatilhos que chamem a atenção do seguidor, além de sempre buscar certa autenticidade.


Muitos influencers relatam que começaram pensando que iam trabalhar menos, mas conforme a coisa começou a crescer, eles perceberam que sempre acabam trabalhando mais, abrindo mão de muita coisa para que a marca cresça e gere frutos.


03 - Autenticidade é sempre necessária

Os influenciadores que acabam tendo mais sucesso no mercado são derivados de uma junção de fatores que criam a identidade, junto, é claro, do engajamento do público e a aceitação deles pela pessoa que está transmitindo informações.


Inspirar-se em outras pessoas sempre é ótimo, afinal, devemos ter como referências pessoas de sucesso, mas copiar nunca é o caminho. Diversos influenciadores que possuem um potencial enorme acabam não sendo aceitos pelo público e ficando estagnados justamente por falta de originalidade.


É uma tarefa bastante difícil, mas colocar a sua própria essência no trabalho que faz é necessário para gerar empatia e encontrar o próprio público.


04 - Influenciadores estudam e muito!

Para que a marca crie engajamento e chame a atenção das pessoas, o influencer precisa conhecer muito bem as ferramentas e diretrizes das plataformas ou redes sociais no qual decidiu investir seu tempo e produzir conteúdo.


Sem mencionar que deve estar sempre atento a métricas e se atualizar constantemente, afinal, o mercado e a internet estão sempre mudando e, aqueles que não acompanham tais transformações estão fadados a ficar para trás.


O compreendimento do conteúdo criado, de quem é o seu público-alvo e o que precisa ser feito para captar a atenção dos seguidores para conseguir construir a autoridade é um dos alicerces de um bom influencer.


05 - Gerir a comunidade é papel do influencer

Influenciadores conseguem criar sua própria comunidade e possuem uma grande força, moldando as opiniões deles e conseguindo ajudar empresas a promoverem seus produtos e serviços. Por isso eles são tão importantes e buscados dentro do mercado de trabalho.


Mas uma coisa que muitos esquecem é que a comunidade quem cria é o influencer e, para que ele consiga crescer dentro das plataformas digitais, é preciso saber gerir essa comunidade e educá-los de forma que representem a sua marca em outros lugares.


Ninguém quer um influenciador cujo a sua comunidade seja totalmente tóxica e acabe por denegrir a imagem dele nos diferentes lugares. Isso apenas mostra um reflexo do conteúdo e personalidade da marca, fazendo com que se perca muitas oportunidades, além de ser bastante deselegante.


Sempre tenha em mente maneiras de gerenciar sua comunidade e não tenha medo de expor sua opinião, afinal, antes perder alguns seguidores e manter aqueles que estão alinhados a sua ideia, do que abraçar a todos e não ter um legado tão bom.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.










5 visualizações0 comentário
bottom of page